Ir direto para menu de acessibilidade.
ptenfres

Engenharia de Biomateriais

O objetivo do programa de pós-graduação em Engenharia de Biomateriais é a formação de profissionais com conhecimentos nas áreas de biomateriais, de forma que possam aplicar em estudos e tecnologias voltados para a preservação do meio ambiente e para o bem estar das atividades humanas. O programa visa fomentar e consolidar pesquisas voltadas para o desenvolvimento do conhecimento na produção de novos materiais, tanto sob um ponto de vista básico quanto aplicado, em ambos os casos com um enfoque voltado para transferência de conhecimento e tecnologia para as diferentes áreas da sociedade. As pesquisas básicas serão centradas na aquisição de conhecimentos sobre caracterização de fibras vegetais, resistência de materiais, eletrônica de materiais, nanociências e nanotecnologia. As pesquisas de caráter aplicado contemplarão as técnicas de produção e avaliação de materiais estruturais e não estruturais e materiais alimentícios, utilizando como matéria-prima fibras vegetais, e resíduos da cadeia produtiva do agronegócio. O programa recebe anualmente aporte financeiro por meio do PROAP e, regularmente, os pesquisadores são contemplados com auxílio financeiro oriundo de agências de fomento à pesquisa, como FAPEMIG e CNPq. O Processo Seletivo para mestrado e doutorado em Engenharia de Biomateriais é semestral. O programa de Engenharia de Biomateriais é composto de duas linhas de pesquisa:


 COMPÓSITOS LIGNOCELULÓSICOS

Compreende estudos técnicos científicos de partículas, fibras e nanofibras lignocelulósicas para reforço de compósitos e nanocompósitos, desenvolvimento de micro e nanopartículas adesivas, produção de painéis lignocelulósicos e partículas, compatibilização de polímeros e biomateriais, elaboração de revestimentos funcionalizados por incorporação de nanopartículas ou nanocamadas, desenvolvimento de fibrocimentos, compósitos plástico-madeira e a base de resíduos agrícolas. Dessa forma, fornecendo subsídios tanto para geração de novos materiais com aplicações diversas, processos de produção mais eficientes, quanto para estudos e políticas voltados à sustentabilidade, utilização e desenvolvimento de matérias-primas renováveis.  


 BIOPRODUTOS E BIOPROCESSOS

As pesquisas relacionadas a biopolímeros, nano-micropartículas e biocompósitos tem grande relevância para diversas áreas de conhecimento. Esta linha contempla o desenvolvimento e avaliação de técnicas e protocolos de caracterização e a produção de novos materiais que podem ser aplicados como filmes/embalagens protetores e inteligentes bem como à criação de novos componentes e processos sustentáveis de produção para diferentes aplicações, com atuação potencializada, liberação controlada e ação específica. A performance de partículas biopoliméricas depende da sua composição, propriedades físico-químicas e características microestruturais. A sua composição e estrutura podem ser racionalmente projetadas para obter atributos funcionais desejados em bioprodutos e bioprocessos. Desta forma, garante-se assim propriedades e características específicas para a engenharia e desenvolvimento de biomateriais.